Histórico

A atual cidade de Tacaimbó surgiu de uma fazenda de criação de gado, denominada Fazenda Curralinho. Depois, quando o local já estava povoado, ganhou o nome de Antônio Olinto. A denominação Tacaimbó foi dada, através de decreto-lei estadual, a 31 de dezembro de 1943. Tacaimbó tornou-se município autônomo a 20 de dezembro de 1963 e sua instalação ocorreu a 01 de março de 1964.

Dados gerais

Localização: Agreste Central, a 169 km do Recife.
Área: 176 km2
Solo: Argiloso, arenoso, pedregoso
Relevo: Suave ondulado
Vegetação: Caatinga hiperxerófila
Ocorrência mineral: Constituição rochosa e calcária
Precipitação pluviométrica média anual: 625,8 milímetros
Meses chuvosos: Março - Abril
População: 12.704 habitantes (IBGE 2010)
Eleitorado: 10.340 eleitores (TRE 2010)
Dia de feira: Sábado
Data de comemoração da emancipação política: 20 de dezembro
Prefeita: Sandra Lucia Freire Aragão (PSD)
Vice-Prefeito: José Antônio da Silva (PMBD)

Serviços

Prefeitura/endereço:
Av. Sebastião Clemente, s/n - CEP: 55.140-000
Telefones: (87) 3755-1143 - (87) 3755-1156

Câmara Municipal
Rua Pedro de Góes, 12, Centro CEP: 55.140-000
Telefones: (87) 3755-1194 - (87) 3755-1167

Vereadores (09):
Claudomiro Martins da Silva (PSC)
Ivanildo José de Macedo (PR)
Josivaldo Alves do Nascimento (PTB)
Luis Carlos Quirino da Silva (PP)
Maria de Lourdes Pereira de Mendonça (PSD)
Maria José Macedo Sousa Filha (PMN)
Maricelsa Bezerra de Albertim Monteiro (DEM)
Nilson Alves de Macedo (PTB)
Quiteria Soares de Lima (PSD)