A Universidade de Pernambuco (UPE) é a única instituição pública de ensino superior presente em todas as regiões do Estado: Região Metropolitana, Zona da Mata (Faculdade de Formação de Professores de Nazaré da Mata), Agreste ( Faculdade de Formação de Professores de Garanhuns) e Sertão (Faculdade de Formação de Professores de Petrolina).

Tem uma estrutura Multicampi, formada pelos Campus Santo Amaro, Benfica, Camaragibe, Nazaré da Mata, Garanhuns e Petrolina. O complexo multicampi UPE é formado por dez unidades de ensino e três hospitais: Hospital Universitário Oswaldo Cruz (HUOC), Centro Integrado de Saúde Amaury de Medeiros (CISAM) e Pronto Socorro Cardiológico de Pernambuco (PROCAPE), que está em fase final de construção.

A UPE conta com 794 docentes, 19.136 discentes de graduação, 1.926 de pós-graduação e 3.541 funcionários técnico-administrativos. A cada ano, 2.810 novos alunos ingressam nos 32 cursos de graduação oferecidos pela UPE. A nível de Pós-Graduação, são oferecidos, 62 cursos de especialização e ainda cursos de 10 cursos de Mestrado e 5 de Doutorado.

A UPE tem sua origem na Fundação do Ensino Superior de Pernambuco - FESP, que em 1965 foi designada como órgão mantenedor das Faculdades pertencentes ao Governo do Estado de Pernambuco. A nova Universidade foi reconhecida pela portaria nº 964, de 12 de junho de 1991, do Ministério da Educação.