Compositores recifenses, João Victor do Rego Valença nasceu a 12/04/1890 e Raul Victor do Rego Valença a 02/09/1894, na Madalena, Recife. Começaram a compor depois que seus pais fundaram, em 1917, num sítio da família, o Grêmio Teatral da Madalena, onde eram apresentados folguedos populares como Pastoril, Bumba-Meu-Boi e outros.

João começou a estudar música aos 8 anos de idade, com o pianista Artur Marques de Oliveira, tendo depois tocado flauta durante 14 anos na Charanga do Recife. Raul foi autodidata, aprendeu tocar violão em casa.

A primeira música que compuseram foi a marcha "Você Não Gosta de Mim". Mas, a canção mais famosa da dupla foi "Mulata", composta em 1928, em homenagem a uma mulata que vivia numa "pensão de mulheres" no Recife.

Essa marcha ganhou popularidade, tendo sido tocada nas ruas da capital pernambucana durante o carnaval. Depois, seria objeto de uma longa questão judicial, uma vez que o compositor Lamartine Babo gravou a marcha como se fosse de sua autoria, sob o título "O Teu Cabelo Não Nega".

Na ação judicial em que reivindicaram a autoria da marcha, os Irmãos Valença tiveram como testemunha o poeta Mário de Andrade que declarou ter ouvido o povo cantar a composição nas ruas do Recife, anos antes da gravação de Lamartine Babo.

Os compositores pernambucanos ganharam a ação no Tribunal de Justiça de São Paulo e, também, no Supremo.