Bairro da 2ª Região Político-Administrativa do Recife (RPA-2), na Zona Norte da cidade, Campo Grande surgiu no local onde em 1887 foi fundado o Hipódromo de Campo Grande que foi inaugurado no ano seguinte e funcionou até 1898.

O hipódromo ficava no local onde atualmente existe a Praça Tertuliano Feitosa. Em 1764 já existia nessa mesma área (que é cortada pela Estrada de Belém) uma pequena capela dedicada a Nossa Senhora do Bom Pastor.

Até meados da década de 1930, Campo Grande era um pequeno núcleo habitacional, com poucas construções distribuídas ao longo do trajeto da linha férrea que saía do Largo da Encruzilhada e se estendia até Salgadinho, já na vizinha cidade de Olinda.

A partir de 1937, quando Agamenon Magalhães era governador do Estado, Campo Grande teve rápido crescimento: primeiro, ganhou um conjunto habitacional, construído para servidores públicos estaduais; depois, o bairro foi urbanizado.

Segundo o Censo do IBGE, em 2000 o bairro de Campo Grande tinha os seguintes dados:

População: 31.241 habitantes

Área: 192,8 hectares

Densidade: 162,07 hab./ha