Fundada a 15 de agosto de 1998, no município de Gravatá, teve como primeiro presidente (e também fundador) o juiz de Direito do município, escritor Adeildo Nunes.