carrancaEsculturas em madeira, geralmente disformes, usadas na proa das embarcações.
Presentes desde o final do Século XIX nas barcas que navegavam pela águas do Rio São Francisco. Sua origem é controvertida: teria surgido como indicação de status do proprietário da barca; para chamar a atenção das populações ribeirinhas para os produtos que as barcas traziam para comercialização; ou para proteger a embarcação contra "os temíveis monstros que habitavam as águas do rio". Esta última versão é a mais divulgada e aceita - talvez por conta das características das carrancas que, geralmente, representam figuras com traços assustadores.