Pernambuco foi o segundo Estado brasileiro a ter uma cidade tombada pela Unesco como Patrimônio Cultural e Natural da Humanidade: Olinda, que teve o seu sítio histórico tombado em 1982.

 

A primeira cidade a receber este título no Brasil foi Ouro Preto, em Minas Gerais, tombada em 1980. Até dezembro de 2000, eram 13 os monumentos culturais e naturais brasileiros considerados pela Unesco como Patrimônio da Humanidade, a saber:

 

Cidade Histórica de Ouro Preto (1980),
Ceentro Histórico de Olinda (1982),
Ruínas de São Miguel das Missões, Rio Grande do Sul, (1983),
Centro Histórico de Salvador, Bahia, (1985),
Santuário de Nosso Senhor de Matosinhos, Congonhas, (1985),
Parque Nacional de Iguaçu (1986),
Plano Piloto de Brasília (1987),
Parque Nacional da Serra da Capivara, Piauí, (1991),
Centro Histórico de São Luís, Maranhão, (1997),
Diamantina, MG, (1999),
Costa do Descobrimento, (1999),
Conjunto de Parques Naturais da divisa de São Paulo com o Paraná, (1999),
Patanal Matogrossense (2000).