Localizado em Vitória de Santo Antão, foi palco da Insurreição Pernambucana em meados 1645. O movimento revolucionário lusobrasileiro contra os invasores holandeses à Capitania de Pernambuco, visava sitiar os holandeses e investir contra os seus domínios na região.

Em 1940 o município de Vitória de Santo Antão desapropriou cerca 2 de 9.000 m de um sítio onde está localizado o Monte das Tabocas, e 2 uma faixa de terreno de forma irregular com 1.350 m, respectivamente. Em 1978, o Governo de Pernambuco fez nova desapropriação instituindo o “Parque Histórico Estadual das Tabocas”.

O nome Tabocas faz referência a uma espécie de cana brava, que corresponde ao que é hoje chamado de bambu ou taquara.