curta nossa página no facebook / Like us at Facebook Entre em nossa comunidade do orkut / Join us at orkut Siga-nos no Twiiter / Follow us at TwitterSiga-nos no Linkedin / Follow us at LinkedInAdicione-nos em seu círculos / Add us at your circles

Raios

O que são os raios?

Os raios são descargas elétricas de grande intensidade, que ocorrem em determinadas nuvens e podem atingir o solo, causando prejuízos e ferindo e até matando pessoas e animais.

Entre os prejuízos causados pelos raios, podemos citar a danificação de linhas de transmissão de energia elétrica, incêndios florestais e queima de aparelhos eletrodomésticos.

Ao atingir as pessoas, o raio causa sérias queimaduras, danos ao coração, pulmões e outras partes do corpo. As chances de uma pessoa atingida sobreviver são mínimas: em torno de 2%.

Portanto, nada melhor do que se prevenir.

Quem corre mais riscos de ser atingido por um raio:

I – Quem trabalha a céu aberto (como o agricultor, por exemplo) e também aquelas pessoas que transitam pelas ruas ou pelo campo, com certeza estão mais expostos aos raios do que aqueles que exercem atividades ou permanecem em lugares fechados. Portanto, pata estas pessoas há uma série de recomendações que podem evitar acidentes enquanto elas estiverem expostos durante uma tempestade:

1 - Procure não ficar próximo a árvores, cercas de arame, trilhos de trem, postes e linhas de transmissão de energia elétrica;

2 - Evite permanecer em locais altos, como topos de morros ou cordilheiras;

3 - Não segure objetos metálicos, como serras, guarda-chuva, vara de pescar;

4 - Evite se deslocar ou procurar abrigo em veículos sem capotas, como alguns tratores, motos ou bicicletas. Permanecer no interior de um carro fechado é uma proteção segura;

5 - Não se deite no chão por ocasião de raios. O correto é ajoelhar-se, curvar-se para a frente, colocando as mãos nos joelhos e a cabeça entre eles;

6 - Não ande a cavalo;

7 - Não nade ou pesque durante tempestades, pois a água é um excelente condutor de eletricidade.

II – Para aqueles que estão abrigados em suas casas, apartamentos ou escritórios, as recomendações são as seguintes:

1 - Não fale ao telefone fixo durante a tempestade, pois se um raio atingir a sua casa, ele pode se prolongar pela fiação. Usar o celular é mais seguro.

2 – Fique afastado de janelas e portas metálicas, tomadas da rede elétrica e canos metálicos.

3 – Não toque em equipamentos elétricos conectados a tomadas. Aliás, é recomendável deixar aparelhos de TV, computadores etc. fora das tomadas, pois, se um raio atingir a rede elétrica, esses equipamentos podem queimar.

4 – Não saia para a rua até a tempestade acabar.


Verdades e crendices em torno dos raios

Raios nuca caem duas vezes num mesmo lugar – Esta frase já virou ditado popular, mas é uma grande mentira. Raios caem, sim, várias vezes no mesmo local, como já ocorreu em inúmeras ocasiões.

Relâmpago também cai no mar – Verdade. Os raios podem atingir qualquer lugar, inclusive a água. Daí não ser recomendável nadar ou praticar atividades como esportes e pesca nas águas de rios ou mares durante uma tempestade.

Espelhos atraem raios e devem ser cobertos – Mentira. Os espelhos não atraem relâmpagos e também têm a propriedade de “refletir” a descarga em cima das pessoas, como muita gente pensa. Portanto, a prática de cobrir os espelhos, ou deles se afastar durante uma tempestade, não passa de mais uma crendice popular, sem nenhum fundamento científico.

Árvore de grande porte atrai raios – Não é verdade. O que ocorre é que, entre o percurso da descarga elétrica da nuvem até chegar ao solo, há uma fase chamada “descarga de conexão” que parte de alguma coisa pontuda do solo, fechando o circuito. E esse ponto que se destaca da planura ao redor tanto pode ser uma árvore quanto um prédio, por exemplo. Portanto, não faz sentido sair derrubando tudo quanto é arvore gigante, pensando que isso vai “evitar atrair raios”.

Powered by Bullraider.com

Parceiros

Publicidade

PE A-Z © Todos os direitos reservados

Console de depuração do Joomla!

Sessão

Informação do perfil

Memória Utilizada

Consultas ao banco