Advogado, jornalista e poeta, Audálio Alves nasceu em Pesqueira, a 02/06/1930. Foi diretor de assuntos culturais da Fundação de Arte de Pernambuco (Fundarpe), assessor jurídico do Ministério do Trabalho e diretor do suplemento literário do Jornal do Commercio, Recife.

Membro da Academia Pernambucana de Letras. Vários livros publicados, entre os quais "Caminhos do Silêncio", "Princípio Áspero de Uma Canção Sem Terra - Canto Agrário", "Canto Soberano", "Canto Por Enquanto". Morreu no Recife a 08/04/1999.