Advogado, jornalista e político, Aprígio Justiniano da Silva Guimarães nasceu a 03-01-1832, no Recife. Em 1850, vai ao Ceará, onde torna-se secretário da presidência da província (1851-1853) e deputado (1854-1856).

Retorna ao Recife e torna-se deputado nas legislaturas de 1854/55 e 1863/64.

Foi, também, professor de Direito e colaborou em vários jornais, entre os quais Diário de Pernambuco, Jornal do Recife, Progresso. Publicou vários livros: "Propriedade Literária" (1859), "Estudos Sobre o Ensino Público" (1860), "Jesuitismo e Catolicismo" (1873), "Nunes Machado" (1874) e outros.

Morreu no Recife, a 03-09-1880.