Jornalista, engenheiro e historiador, nasceu no Recife, em 1871. Foi, também, diretor de terras e colonização e secretário-geral do governo do Amazonas, onde ocupou, ainda, o cargo de redator-chefe do jornal Commércio do Amazonas.

Publicou vários livros, entre os quais: "Inferno Verde - Cenas e Cenário do Amazonas" (1908, prefaciado por Euclides da Cunha); "Dom Pedro I e a Marquesa de Santos" (1916); "Gastão de Orleans" (1935); "No Rolar do Tempo" (1937); "E Educação do Príncipe" (1945).

Em Paris, França, onde viveu alguns anos, organizou "O Inventário dos Documentos do Arquivo da Casa Imperial do Brasil Existentes no Castelo d'Eu", publicados nos anais da Biblioteca Nacional em 1939. Morreu em Nova Friburgo, RJ, em 1945.