Comediante e compositor, nasceu em Palmares, em março de 1930, vindo ainda criança para o Recife, foi criado no bairro de São José. Entre a adolescência e a juventude, trabalhou como passador de jogo do bicho, barbeiro, entregador de mercadorias, balconista e vendedor de títulos de capitalização. Mudou-se para o Rio de Janeiro, mas logo depois retornou ao Recife.

Na época, a Rádio Tamandaré fazia sucesso com programas de humor e Aguinaldo Batista resolveu tentar a carreira: criou o personagem "Azarildo" e deu certo.

Em seguida, atuou na TV Rádio Clube e TV Jornal, participando de quadros humorísticos dos programas "Noite de black-tie" e "Você faz o show". Já bem-sucedido como humorista, trabalhou na TV Tupi do Rio de Janeiro durante três anos, atuando ao lado de Zacarias e Dedé Santana. Voltou ao Recife em 1967.

Atuou nos filmes: "A Compadecida", ao lado de Regina Duarte e Antônio Fagundes; "Terra sem Deus", de José Carlos Bugle, rodado em Pernambuco; "A Vingança dos 12"; "O Cangaceiro do Vale da Morte"; "A pele do bicho", com Jofre Soares e Ítala Nandi. Entre as canções que compôs, estão "Mariquinha quer casar", parceria com Genival Lacerda; "Chapéu de couro e gratidão", com Luiz Gonzaga.