curta nossa página no facebook / Like us at Facebook Entre em nossa comunidade do orkut / Join us at orkut Siga-nos no Twiiter / Follow us at TwitterSiga-nos no Linkedin / Follow us at LinkedInAdicione-nos em seu círculos / Add us at your circles

Graças

ORIGEM - O atual bairro das Graças surgiu a partir de um sítio existente em torno do perímetro urbano da cidade, denominado Capunga. Este sítio teve muito proprietários, entre os quais o sargento-mor Luís Freire, o comerciante Guilherme Fischer e a Irmandade de São Pedro dos Clérigos do Recife.

O primeiro loteamento na área data de 1835, feito pelo francês Nicolau Gadault, dono de terras na região. Mais tarde, em 1845, o bacharel Antônio Araújo Jacobina solicitou à Câmara Municipal do Recife "licença para abrir ruas" em sua propriedade iniciando, assim, um outro loteamento.

Esses dois loteamentos onde, no futuro, ficaria o bairro das Graças foram denominados Capunga Velha e Capunga Nova.

EVOLUÇÃO - Em 1884, a Companhia de Trilhos Urbanos construiu, na Capunga Velha, uma ponte de ferro ligando a povoação à Madalena - atualmente ali existe a Ponte da Capunga. Entre 1857 e 1878, em área doada pelo tenente-coronel Francisco Carneiro Machado Rios, foi construída ali uma capela dedicada à Nossa Senhora da Graça.

A Freguesia de Nossa Senhora da Graça do Capunga foi criada, por lei provincial número 939, de 22 de julho de 1870. A Rua das Graças (ainda hoje uma das mais importantes da localidade) foi construída em 1872. Nessa rua, foi construída a Igreja Matriz das Graças, inaugurada em 1878.

O bairro das Graças integra a 3ª Região Político-Administrativa do Recife (RPA-3), a Noroeste da cidade, localizado entre os bairros do Derby, Madalena, Torre, Aflitos e Espinheiro. Veja, abaixo, outros dados do bairro, segundo o Censo IBGE 2000:

População: 16.872 habitantes

Área: 148,8 hectares

Densidade: 113,42hab./ha

Powered by Bullraider.com

Parceiros

Publicidade

PE A-Z © Todos os direitos reservados

Console de depuração do Joomla!

Sessão

Informação do perfil

Memória Utilizada

Consultas ao banco