Dança de roda (diferente das "cirandinhas" infantis) muito conhecida não apenas no Nordeste, bem como em outras regiões brasileiras. Foi trazida de Portugal e é dançada ao som de tarol e bombo, com o "mestre" cantando trovas e comandando a festa. Todos os participantes, homens e mulheres, dançam de mãos dadas, formando um grande círculo.