curta nossa página no facebook / Like us at Facebook Entre em nossa comunidade do orkut / Join us at orkut Siga-nos no Twiiter / Follow us at TwitterSiga-nos no Linkedin / Follow us at LinkedInAdicione-nos em seu círculos / Add us at your circles

Buíque de Graciliano Ramos

O escritor Graciliano Ramos foi a mais famosa personalidade brasileira que já residiu em Buíque, município do Agreste pernambucano, distante 285 km do Recife. Nascido em 1892, em Alagoas, aos dois anos de idade ele mudou-se, com os pais, para a Fazenda Maniçoba (hoje Fazenda Pintadinha). No livro Infância, o escritor faz referências a essa fase da sua vida:

"...Meu pai, Sebastião Ramos, negociante miúdo, casado com a filha de um criador de gado, ouviu os conselhos de minha avó, comprou uma fazenda em Buíque, Pernambuco, e levou para lá os filhos, a mulher e os cacarecos. Ali a seca matou o gado –e seu Sebastião abriu uma loja na vila, talvez em 95 ou 96..."

"...Da fazenda conservo a lembrança de Amaro Vaqueiro e de José Baía. Na vila conheci André Laerte, cabo José da Luz, Rosenda lavadeira, padre José Ignácio, Felipe Benício, Teotoninho Sabiá e família, seu Batista, dona Marocas, minha professora, mulher de seu Antônio Justino, personagens que utilizei anos depois..."

"...Buíque tinha a aparência de um corpo aleijado: o largo da Feira formava o tronco; a rua da Pedra e a rua da Palha serviam de pernas, uma quase estirada, a outra curva, dando um passo, galgando um monte; a rua da Cruz, onde ficava o cemitério velho, constituía o braço único, levantado; e a cabeça era a igreja, de torre fina, povoada de corujas..."

Em 1910, já aos 18 anos, Graciliano Ramos vai novamente viver na Fazenda Maniçoba (agora casa da sua avó), desta vez para tratar de um problema de saúde. Em carta à mãe, ele fala desse período que duraria cerca de um ano:

"...Isto aqui é bom como o diabo: acorda-se às cinco da manhã, leva-se o dia lendo, fumando, comendo e rezando; dorme-se às nove da noite. Uma vida de anjo..."

A Fazenda Pintadinha é uma área de 200 hectares, localizada no distrito de São Domingos, a 21 km de Buíque (por estrada de barro), e atualmente pertence ao pecuarista Dário Loiola. Conserva ainda em bom estado (e com algumas características originais) a casa onde Graciliano Ramos viveu.

O atual proprietário das terras tem consciência do valor histórico da casa e não permite que ela sofra alterações em sua estrutura. Da construção original, as únicas partes alteradas foram os pilares que sustentam o telhado do terraço: eram de madeira e hoje são em alvenaria.

Atualmente, a casa serve apenas de sede da fazenda.

Powered by Bullraider.com

Parceiros

Publicidade

PE A-Z © Todos os direitos reservados

Console de depuração do Joomla!

Sessão

Informação do perfil

Memória Utilizada

Consultas ao banco