curta nossa página no facebook / Like us at Facebook Entre em nossa comunidade do orkut / Join us at orkut Siga-nos no Twiiter / Follow us at TwitterSiga-nos no Linkedin / Follow us at LinkedInAdicione-nos em seu círculos / Add us at your circles

Festa de São João

 

Festa de São João: origem e símbolos

bandeira-sao-joaoExistem duas explicações para o termo “festa junina”: a primeira é em função das festividades que ocorrem durante o mês de junho, outra versão diz que esta festa – católica – seria em homenagem a São João e, portanto, deveria ser chamada de Joanina.

Esta festividade foi trazida ao Brasil pelos portugueses, ainda no período colonial. Embora seja uma tradição lusitana, as comemorações sofreram influências de elementos culturais franceses, chineses e também espanhóis. Da França, veio o passo marcado, característico das danças nobres e que deu origem às típicas quadrilhas. Já o costume de soltar fogos de artifício veio da China, onde teria surgido a manipulação da pólvora. Da península Ibérica, veio a dança de fitas, muito comum em Portugal e na Espanha.

No Brasil, como em Portugal, as comemorações de São João não ocorrem apenas no dia de seu nascimento, 24 de junho: elas se estendem desde o dia 12, véspera de Santo Antônio – padroeiro de Lisboa – até o dia 29, dia de São Pedro. Nestas datas, os folguedos animam as ruas e parques com muitas danças, músicas, fogos, brincadeiras, simpatias e bandeirolas, além das fogueiras, que servem como centro para as tradicionais quadrilhas.

Os símbolos da festa

fogueira-sao-joaoConta, a História, que Isabel teria acendido uma fogueira para anunciar o nascimento de seu filho João – primo de Jesus Cristo, que virou apóstolo, deu a vida pelo seu salvador e virou santo. Assim, surgiu o símbolo do festejo.

Os balões também compõem este cenário. Os fiéis começaram a soltá-los a fim de enviar mensagens e pedidos ao santo e, caso queimassem antes de chegar aos céus, o pedido não seria realizado. Hoje, no Brasil, esta prática está cada vez mais rara em função dos riscos de incêndio que representa.

No Nordeste brasileiro

Comemoradas nos quatro cantos do país, as festas ganharam uma expressão ainda maior no Nordeste, onde a seca se constitui num grave problema para o seu povo. O mês de junho é o momento em que os nordestinos aproveitam as festividades para agradecer, aos santos católicos, as raras chuvas caídas na região.

No Nordeste, é muito comum a formação dos grupos festeiros, que ficam andando e cantando pelas ruas das cidades. Eles vão passando pelas casas, onde os moradores deixam nas janelas e portas uma grande quantidade de comidas e bebidas para serem degustadas.

Além de alegrar a população local, as festas representam um importante momento econômico para a região, pois muitos turistas visitam cidades nordestinas para acompanhar os festejos. Hotéis, comércios e clubes aumentam os lucros e geram mais empregos nesta época do ano. Embora a maioria dos visitantes seja de brasileiros, é cada vez mais comum encontrarmos turistas estrangeiros que chegam ao Brasil para acompanhar de perto estas comemorações.

Comidas típicas

canjica 72Como o mês de junho é a época da colheita do milho, grande parte das iguarias consumidas durante as festividades é feita com este cereal: bolo de milho, pamonha, curau, milho cozido ou assado, canjica, cuscuz, broa, pipoca são apenas alguns exemplos.

Além das receitas com milho, também fazem parte do cardápio desta época o arroz doce, o bolo de amendoim, o bombocado, a cocada e o saboroso pé-de-moleque. Entre as bebidas, destacam-se a cachaça e o quentão.
 

Powered by Bullraider.com

Parceiros

Publicidade

PE A-Z © Todos os direitos reservados

Console de depuração do Joomla!

Sessão

Informação do perfil

Memória Utilizada

Consultas ao banco