curta nossa página no facebook / Like us at Facebook Entre em nossa comunidade do orkut / Join us at orkut Siga-nos no Twiiter / Follow us at TwitterSiga-nos no Linkedin / Follow us at LinkedInAdicione-nos em seu círculos / Add us at your circles

Rua da Aurora

Localizada no centro do Recife, surgiu em 1737, a partir de sucessivos aterros na margem esquerda do Rio Capibaribe. Ainda hoje abriga, ao longo de 1 km, vários casarões do século XIX e é considerado o único conjunto arquitetônico capaz de fornecer elementos para o estudo da evolução do casario urbano do Recife.

A rua já abrigou as residências do barão de Beberibe e do conde da Boa Vista; a sede da Fundição Aurora, onde se fabricou a primeira máquina a vapor para um engenho de açúcar na América do Sul; e a sede da Rádio Clube, primeira emissora de rádio de Pernambuco. Poetas como Carlos Pena Filho, João Cabral de Melo neto e Manoel bandeira já dedicaram versos á rua. O sociólogo Gilberto Freyre a considerava "a mais recifense de todas as ruas".

Com o objetivo de proteger a silhueta primitiva, bem como para evitar a descaracterização ou demolição de seus belos exemplares de sobrados oitocentistas, o conjunto arquitetônio foi tombado pelo Governo do Estado, através do Decreto Estadual de Homologação: Nº 10.714 de 09 de setembro de 1985 e inscrição do tombamento no Conselho Estadual de Cultura: Nº 09, Livro de Tombo III, folha 2.

aurora2

Powered by Bullraider.com

Parceiros

Publicidade

PE A-Z © Todos os direitos reservados

Console de depuração do Joomla!

Sessão

Informação do perfil

Memória Utilizada

Consultas ao banco