curta nossa página no facebook / Like us at Facebook Entre em nossa comunidade do orkut / Join us at orkut Siga-nos no Twiiter / Follow us at TwitterSiga-nos no Linkedin / Follow us at LinkedInAdicione-nos em seu círculos / Add us at your circles

Trecho Ferroviário entre Recife e Gravatá

A construção da Estrada de Ferro Central de Pernambuco se deu no ano de 1881, em 1985 a estrada teve o tráfego aberto até Tapera (hoje Bonança). No ano seguinte chegou à cidade de Francisco Glicério (atual Pombos), e depois chegou, à Russinha, distrito do Município de Vitória de Santo Antão.

Devida a necessidade de realização de estudos mais especializados, (uma vez que para atravessar terrenos montanhosos, a obra demandou a execução de túneis, pontilhões e viadutos), a Estrada de Gravatá só foi inaugurada e aberta ao tráfego no ano de 1894. Meio século depois, entre os anos de 1945 e 1947 os viadutos e pontilhões originais da Russinha foram substituídos por outros em concreto armado, mas sem perder a representatividade das características originais. Este conjunto é de grande importância para a memória do patrimônio ferroviário de Pernambuco e está sob a administração da Secretaria de Patrimônio da União.

O trecho ferroviário é tombado pelo Estado de Pernambuco de acordo com o Decreto Estadual de Homologação: Nº 11.238, de 11 de março de 1986 e inscrição do Tombamento no Conselho Estadual de Cultura: Nº 02, Livro de Tombo IV, fl. 01 v.

Powered by Bullraider.com

Parceiros

Publicidade

PE A-Z © Todos os direitos reservados

Console de depuração do Joomla!

Sessão

Informação do perfil

Memória Utilizada

Consultas ao banco